LIGUE AGORA: (21) 3856-7230

É de conhecimento geral que a geriatria envolve os cuidados com idosos, mas o que exatamente isso significa? Médicos de outras áreas não podem tratar de pacientes que passam dos 60 anos? Na verdade, um Geriatra pode trabalhar em interação com médicos de outras áreas sem qualquer problema. Entretanto, assim como é o pediatra para a criança, há especificidades do paciente idoso que são melhor observadas e direcionadas pelo geriatra. Os cuidados com idosos objetivam não apenas o tratamento de doenças, mas também a prevenção destas, a reabilitação em casos de problemas funcionais, cuidados paliativos e a melhor qualidade de vida. É a área geriátrica a responsável por avaliar a capacidade de o paciente gerir a própria vida e cuidar de si mesmo, aspectos estes que interferem diretamente nas suas atividades diárias. O especialista busca constantemente identificar possíveis alterações que afetem a capacidade de assimilação e autonomia (problemas de memória, compreensão da linguagem, discernimento do espaço pela visão, atividades práticas, percepção, reconhecimento e humor) e a independência (problemas respiratórios, para manter a postura e andar, para conter a eliminação da urina e/ou das fezes), bem como a própria comunicação (visão, fala e audição). Doenças de alta prevalência na terceira idade, como Demências, Esquecimento, Depressão, Hipertensão, Diabetes, doença de Parkinson, doenças pulmonares e doenças gastrointestinais são sempre abordadas pelo profissional. A orientação de familiares também é fundamental no tratamento. Além disso, o geriatra revisa e adequa a receita para minimizar os efeitos colaterais e evitar o uso desnecessário de muitas medicações. Desse modo, o geriatra a ajuda a garantir um envelhecimento com qualidade de vida e independência. Todos seremos idosos um dia e a melhor forma de passar por essa fase da vida é com saúde!